fbpx

Quem compra decide o que se come em casa

    No seguimento do artigo da Dieta Familiar Saudável, aqui fica uma das dicas para que em sua casa se pratique uma dieta saudável. Esta primeira dica parece óbvia, mas esquecemos-nos muitas vezes da importância da ida às compras, bem como das consequências que isso pode ter na alimentação da nossa família e dos hábitos que são aprendidos. Para além de outras condicionantes, certamente, quem compra decide o que se come em casa. 

Quem compra decide o que se come em casa

    As refeições que fazemos em casa são preparadas com os ingredientes que temos disponíveis e, a verdade é que, mesmo quando nos apetece fazer alguma asneira, só podemos comer o que temos. Assim, garantir que a maioria dos alimentos disponíveis em casa são saudáveis, é a melhor forma de assegurar que apenas comemos “alimentos bons”. Claro que há formas de contornar isto, como encomendar comida ou alguém sair à rua e comprar outra coisa, mas isto já não será tão fácil nem imediato. E muitas vezes o que acontece são impulsos e desejos repentinos, que acabam por desaparecer se não tivermos aquele alimento pouco saudável imediatamente disponível. Por outro lado, quando vamos cozinhar ou preparar algum lanche, se apenas tivermos alimentos saudáveis, provavelmente iremos fazer uma refeição saudável.

    Resumindo, quem compra os alimentos para casa, acaba por condicionar a alimentação de todos, para o bem ou para o mal. Se comprar alimentos pouco saudáveis, mais tarde ou mais cedo, alguém vai acabar por ceder à tentação e come-los. Portanto, o ideal é trazer para casa apenas o que é saudável e deixar os alimentos menos saudáveis para comer fora de casa.

Alimentos que devem estar habitualmente na sua lista de compras:

  • Fruta fresca variada, de preferência nacional e da época. Nunca fruta em lata ou preparados de fruta embalados (para crianças ou adultos);

  • Legumes variados, podendo optar pelos frescos ou pelos congelados. Ter em casa 1 ou 2 tipos de legumes congelados é uma ótima solução para refeições rápidas, uma vez que estão prontos a usar e não tem desculpa para não os incluir no prato;

  • Carne e peixe frescos ou congelados. O ideal é intercalar carne e peixe, tendo o cuidado de equilibrar os tipos magros com versões mais gordas. Pode também optar pelos congelados para refeições mais rápidas e pedir para que lhe preparem a carne e o peixe no momento da compra;

  • Ovos e substitutos vegetarianos. Mesmo não sendo vegetarianos podem optar por fazer refeições à base de ovo e de alternativas vegetais à carne e peixe, por questões económicas e ambientais, ou simplesmente para variar a dieta; 

  • Lacticínios, como leite (meio-gordo ou magro) e iogurtes, devendo optar pelo natural ou sem adição de açúcar;

  • Batata, arroz e massa;

  • Leguminosas (feijão, grão-de-bico, favas, lentilhas, ervilhas), podendo também optar pelas opções prontas a consumir (congelados e enlatados) ou pelos secos. O ideal será também ter sempre 1 ou 2 doses prontas a consumir;

  • Pão fresco, que poderá também congelar. Evite o pão de forma ou outras formas que possam ter açúcar ou gorduras adicionadas.

Quem compra decide o que se come em casa
Comprar alimentos saudáveis é trazer saúde para casa

Alimentos que não deve comprar frequentemente:

  • Sumos, refrigerantes ou bebidas alcoólicas

  • Bolachas, barras de cereais, cereais açucarados, bolos, croissants, pães de leite

  • Chocolates, rebuçados, gomas, outros doces

  • Refeições pré-confecionadas esobremesas doces

  • Snacks salgados e batatas fritas

    Em conclusão, nas suas compras habituais, deve dar preferência aos alimentos naturais e frescos. Procure reduzir a compra de alimentos enlatados e processados, uma vez que estes são habitualmente mais ricos em sal, gordura e açúcar. Acima de tudo, sempre que fizer as compras, lembre-se que está determinar o que se irá comer em sua casa.

dina

Nutricionista clínica, coach nutricional e formadora. Especialista na Saúde da Mulher, Nutrição materno-infantil, Nutrição Pediátrica e Nutrição funcional.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *