fbpx
Primeiras papas bebé
Alimentação criança,  Lanches saudáveis

As primeiras papas do Bebé

     Chegou o momento de dar as primeiras papas ao seu filho e agora pensa: quais devem ser as primeiras papas do bebé? Pois bem, em primeiro lugar, quando teve de dar a sopa, comprou uma já feita ou preparou-a em casa? Em segundo lugar, conhece alguém que prepare uma refeição para o seu filho com tanto cuidado, amor e carinho como você? Exactamente! As papas caseiras, se bem feitas, podem ser, sem dúvida alguma, a melhor opção para dar ao seu filho.

As primeiras papas do bebé

    As papas devem ser usadas sobretudo para introdução do glúten. Portanto, não vejo razão nutricional ou de outra natureza, para que as papas sejam introduzidas antes do fim do 5º mês, muito menos antes das sopas. Assim, a experiência da primeira papa deverá ser por volta dos 6 meses, dependendo, contudo, da vontade dos pais.

Vantagens das papas caseiras:

  • Escolhemos os ingredientes e preparamo-los, consequentemente, temos a certeza de que não existem açúcares ou gorduras adicionadas;
  • Podemos ainda optar por ingredientes que mais se adequam ao nosso bebé;
  • Utilizamos cereais integrais, inteiros ou em farinha, como resultado, temos uma papa bem mais rica em fibras, importantes para o bom funcionamento do intestino e para o crescimento de uma flora intestinal saudável;
  • A fruta deve ser partida e adicionada exactamente antes do bebé comer a papa, garantindo que se mantêm todas as vitaminas;
  • Como utilizamos cereais inteiros e fruta amassada, a papa fica com grumos e consistência mais irregular, o que é importantíssimo para treinar a mastigação e a apetência do bebé para alimentos sólidos – preparando já a próxima fase da diversificação alimentar;
  • Fica bem mais barata e permite uma gigantesca variedade de papas;
  • É tão ou mais fácil de levar e preparar fora de casa que as papas industriais;
  • Podem ser preparadas 2 ou 3 doses e guardadas no frio ou pode ainda fazer mais quantidade e congelar.

Cuidados a ter nas primeiras papas do seu bebé:

    Claro está que, como qualquer refeição preparada para o bebé, as papas exigem alguns cuidados e há aspectos aos quais é importante dar atenção. Por exemplo, a consistência e textura, os cereais utilizados, nomeadamente se têm ou não glúten, os ingredientes que são adicionados, tudo isto são factores que deve considerar e que vão depender especialmente do seu bebé. 

Escolha da farinha para as primeiras papas do bebé:

  • Para iniciar, deve ser usada uma farinha de cada vez, começando pelas de sabor mais neutro (trigo, cevada, centeio, aveia, milho e arroz) e depois experimentar outras (cocô, alfarroba, amêndoa, castanha, quinoa);
  • Cada farinha deve ser testada durante 3 dias seguidos;
  • Ter em atenção que o glúten deve ser evitado até aos 6 meses, podendo usar as farinhas de trigo sarraceno, aveia, milho, arroz, quinoa, alfarroba;
  •  Utilizar as versões das farinhas integrais, sempre que disponíveis e que o bebé aceite;
  • Depois de testadas todas as farinhas, estas podem ser combinadas de várias formas;
  • Gradualmente substituir a totalidade ou parte da farinha pelos cereais inteiros.

O que acrescentar à farinha nas primeiras papas do bebé:

  • Leite materno ou adaptado;
  • Uma porção de qualquer fruta já testada pelo bebé (menos do que a quantidade que o bebé costuma comer)
  • A fruta deve ser sempre ao natural e acrescentada no final da papa cozinhar;
  • Pode combinar todos estes ingredientes ou utilizar apenas 1 deles.
Primeiras papas bebé
Papa caseira: farinha de trigo integral, mistura de cereais inteiros, leite e maçã

    Em conclusão, como todos os outros alimentos, é necessário experimentar e testar várias versões, até encontrar a preferida do seu bebé. Veja a receita aqui e comece já a preparar as melhores papas. Se tiver sorte e o seu filhote não for muito exigente, desde que seja comida, vai tudo! Aproveite para se divertir com o seu bebé e para o conhecer melhor. Lembre-se que todo o investimento que fizer agora, irá poupar-lhe imenso trabalho no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *